Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sábado 28 de março de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 27/03/2020
COVID
CENTRO MÉDICO
Secretaria de Estado da Saúde Campanha Coronavirus

Fechamento do comércio

20 MAR 2020 - 23h59
Por todo o Estado, cidades estão suspendendo o funcionamento de diversos setores públicos e privados.
A assinatura de decretos, por todo o País, suspende o funcionamento de bares, restaurantes, casas noturnas e comércio em geral. Segundo as determinações, estão suspensos os funcionamentos de parques, zoológicos, cinemas, teatros, casas noturnas, feiras, clubes, museus e shoppings. Escolas e faculdades também estão paradas. Academias de todas as modalidades esportivas, lojas de conveniência, salões de beleza, missas e cultos de qualquer religião também estão incluídos no decreto.
Os atendimentos bancários também estão suspensos. Só poderão abrir os atendimentos destinados a aliviar as consequências econômicas do novo coronavírus, bem como os atendimentos de pessoas com doenças graves.
Conforme reportagem do DS, na edição de hoje, o prefeito Rodrigo Ashiuchi (PL) anunciou o fechamento de locais públicos e de grande aglomeração, como o Parque Max Feffer, tabacarias, bares e danceterias, a partir deste final de semana em Suzano. Além disso, recomendou o encerramento temporário das atividades de lojas de roupas, restaurantes e outros segmentos não essenciais. 
As mudanças na cidade foram decididas após reunião envolvendo Ashiuchi, secretárias municipais, Associação Comercial e Empresarial (ACE) e o Sindicato do Comércio Varejista da Região (Sincomércio). 
Nas redes sociais, Ashiuchi, ainda, falou sobre as medidas para que a suspensão das atividades de comércios da cidade não prejudiquem os empresários. Uma delas é que as taxas de licença de funcionamento e o pagamento das parcelas do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) de abril, maio e junho serão prorrogadas. Ou seja, o comerciante poderá quitar o imposto até o dia 15 de dezembro, sem juros e correção. 
As medidas são importantes para reduzir ainda mais o número de pessoas nas ruas. Ontem, o prefeito iniciou, em conjunto com a ACE e o Sincomércio, tratativas para que a crise provocada pelo coronavírus não impacte em demissões no comércio suzanense.
Equanto a crise atinge o mundo é importante que as medidas sejam tomadas para tentar barrar o avanço do coronavírus.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias