Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Sexta 24 de Novembro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 24/11/2017
mrv

Limpeza de rio

08 AGO 2015 - 08h00
A importância de se buscar o uso racional da água no dia a dia já é comumente disseminada no meio empresarial e entre a população. A crise hídrica em São Paulo evidencia a urgência da situação. Ainda que rios, lagos e córregos abasteçam regiões inteiras e desempenhem um papel fundamental na vida de todos, a preservação dos cursos d'água no Brasil está longe de ser a ideal.

De acordo com uma pesquisa desenvolvida pela Organização Não-Governamental (ONG) SOS Mata Atlântica, o cenário não é nada favorável: apenas 11% dos rios brasileiros analisados foram considerados de boa qualidade, enquanto 35% receberam a classificação de “ruins” e 5% estavam em situação crítica. O restante, 49%, é considerado pela organização como regular. O esforço para tentar limpar e descontaminar os rios e córregos é constante.

O DS publicou ontem que a operação que realiza a limpeza e desobstrução do Rio Guaió (trecho que faz divisa com Suzano), localizado na Rua Manoel Pinheiro Santos, próximo ao bairro da Água Vermelha.

A força-tarefa reuniu cerca de 50 pessoas, entre funcionários das secretarias de Serviços Urbanos e de Meio Ambiente e Recursos Naturais, além dos integrantes do Grupo de Escoteiros 37 de Suzano. A operação consiste na retirada de todos os resíduos sólidos, entulhos, galhos de árvores, entre outros.

Esta ação será feita em duas etapas. Os trabalhos tiveram início em um trecho de aproximadamente 300 metros. A previsão é que em dois dias os serviços de limpeza sejam concluídos. Após a finalização desta primeira fase, será feito o replantio nas duas laterais do córrego, com foco na reurbanização do local.

Os resíduos percorrem todo o rio, que passa por outras cidades até chegar no trecho de Poá, lembrando que o Rio Guaió nasce na cidade de Mauá e tem a extensão de aproximadamente 20 quilômetros e margeia os municípios de Ribeirão Pires, Suzano, Ferraz de Vasconcelos e Poá.

Após a retirada de todos os resíduos, os mesmos passarão por uma triagem e aquilo que for reciclável será encaminhado para a Cooperativa de Reciclagem Unidos pelo Meio Ambiente (Cruma) que dará o destino certo.

É importante que todo esse trabalho de limpeza seja reforçado para garantir melhoria, cada vez mais, no saneamento básico e do meio ambiente.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias