Envie seu vídeo(11) 4745-6900
sábado 10 de abril de 2021

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 10/04/2021

Projeção de perdas

23 FEV 2021 - 05h00

Municípios de todo o País enfrentam dificuldades financeiras com perdas de recursos e gastos não esperados por conta da pandemia da Covid-19.
A ajuda dos estados e da União tem sido fundamental na tentativa de contribuir com as prefeituras a honrar compromissos com folha de pagamento, por exemplo. Por outro lado, há imensas dificuldades por parte dos municípios no combate à pandemia.
Uma das principais é na organização de estrutura física, equipamentos e de pessoal para atender as dificuldades que surgiram com a pandemia em todo o País. 
Há também os precários levantamentos da disponibilidade e demanda por leitos de UTI que se somam aos demais problemas.
Até o final do ano passado, a maioria das cidades não conseguia monitorar a quantidade de ventiladores pulmonares disponíveis. 
Neste período de pandemia, a economia brasileira busca recuperação após a recessão mais aguda da história, provocada pela Covid-19. No rastro da crise, queda de arrecadação e aumento do desemprego. As despesas não dão trégua, ainda sob ameaça de mais gastos por causa de novas infecções.
Na edição de domingo, o DS trouxe reportagem mostrando a previsão de perda de gastos por parte das cidades da região com base no levantamento do Tribunal de Constas do Estado (TCE).
Mais de R$ 147,6 milhões deixaram de entrar nos cofres das cidades do Alto Tietê em 2020, aponta levantamento realizado pelo TCE. 
As arrecadações dos dez municípios da região atingiram, juntos, R$ 4.503.088.384,23. O valor é inferior aos R$ 4.650.719.239,21 estimados inicialmente para o período.
Do Alto Tietê, apenas três cidades superaram o valor estimado para arrecadar no ano. São elas: Ferraz de Vasconcelos, Salesópolis e Suzano. Os outros sete municípios deixaram de arrecadar o valor estimado inicialmente: Arujá, Biritiba-Mirim, Guararema, Itaquaquecetuba, Mogi das Cruzes, Poá e Santa Isabel. 
Suzano arrecadou R$ 85.345.774,97 a mais do valor estimado para 2020. A cidade estimava inicialmente arrecadar R$ 811.006.401,68. No entanto, superou com R$ 896.352.176,65.
No início deste ano, os novos administradores municipais começaram o mandato fazendo conta de menos. Conforme previsto em lei, os municípios, assim como estados e Distrito Federal, deixaram de receber o auxílio emergencial pago pela União após nove meses de pandemia. Até dezembro de 2020, esses entes federativos terão recebido R$ 79,19 bilhões do governo federal.
A exemplo de 2020, o ano de 2021 é de muito desafio na parte fiscal, garantem especialistas. 
O Brasil tem 5.570 municípios, ou 5.568 cidades se desconsideramos que Brasília e Fernando de Noronha que não têm prefeitura. 
O número expressivo de localidades indica a possibilidade de diferenças na situação econômica e social. 

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias