Envie seu vídeo(11) 97569-1373
terça 15 de outubro de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 14/10/2019
Secom Segurança
Villa Europa

No estouro da segunda prorrogação, Corinthians empata série em 1 a 1 com Mogi Basquete

Nos placares parciais, 21 a 14 no primeiro quarto, 13 a 20 no segundo, 20 a 21 no terceiro período, 15 a 14 no último, 15 a 13 somando as duas prorrogações

Por de Mogi03 OUT 2019 - 07h57
Destaques mogianos da partida foram os alas-pivôs Luís Gruber, com um duplo-duplo, com 17 pontos e 10 rebotes, e Alexandre Paranhos, também com 17 pontos e nove rebotes, o armador Alexey Borges, com 13 pontos, o ala Guilherme Lessa, com 11 pontos, o armadFoto: Antonio Penedo/Divulgação

Mogi das Cruzes Basquete e Corinthians protagonizaram um jogo para cardíaco na noite desta quarta-feira (2), em São Paulo. A partida era decisiva para ambos, já que os mogianos estavam à frente com uma vitória e, vencendo de novo, se classificariam para a final do Campeonato Paulista, enquanto, do outro lado, os corinthianos precisavam apenas da vitória para continuarem vivos na série.

O jogo foi disputadíssimo e emocionante, digno de uma decisão, mas os donos da casa levaram a melhor no estouro do cronômetro da segunda prorrogação: 84 a 82. Com isso, a série fica empatada em 1 a 1 e será resolvida nesta sexta (4), ainda em São Paulo, às 20h. Franca já está na final e aguarda o resultado para conhecer seu adversário.

Os destaques mogianos da partida foram os alas-pivôs Luís Gruber, com um duplo-duplo, com 17 pontos e 10 rebotes, e Alexandre Paranhos, também com 17 pontos e nove rebotes, o armador Alexey Borges, com 13 pontos, o ala Guilherme Lessa, com 11 pontos, o armador Fúlvio Chiantia, com nove pontos e nove assistências, o ala André Góes, com seis pontos e 13 pontos, e o pivô João Pedro, com sete pontos.

“Foi uma atuação excelente. Faltaram detalhes. Uma bola cai aqui e outra cai ali. Infelizmente, como foi falado pelo Corinthians, a arbitragem não roubou para o Mogi ganhar, porque no último jogo não foi mérito nosso. Nós fomos beneficiados. Hoje não, o time do Corinthians mereceu a vitória como a gente poderia ganhar o jogo e a arbitragem foi excelente. Não é ganhar e perder que precisa justificar em alguém. Na sexta-feira nós viremos aqui para ganhar sem a ajuda da arbitragem”, ressalta o técnico Guerrinha.

Nos placares parciais, 21 a 14 no primeiro quarto, 13 a 20 no segundo, 20 a 21 no terceiro período, 15 a 14 no último, 15 a 13 somando as duas prorrogações.

A partida final entre Mogi Basquete e Corinthians na sexta, às 20h, será transmitida ao vivo pela TV FPB (Federação Paulista de Basketball) no YouTube (GCS Sports).

 

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias