Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Terça 21 de Novembro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 21/11/2017
mrv

Lance Livre

07 JUL 2015 - 08h00

PC do B

Deve ser definido até o final deste mês a situação do PC do B, nas eleições de 2016, em Suzano.

Candidato próprio

Uma parte do partido quer que a sigla lance candidato próprio com indicação de Carmen Lúcia Lorente, a Carminha, atualmente secretária na gestão do prefeito Paulo Tokuzumi (PSDB).

Supersecretária

Ela comanda três secretarias: Assuntos Urbanos, Serviços e Manutenção e a Secretaria de Obras e Infraestrutura.

No governo?

Para o PC do B lançar candidato teria de deixar o governo.

Aproximação

A Coluna Lance Livre tomou conhecimento esta semana de uma suposta aproximação do PDT com o PC do B. No entanto, não se sabe ainda se isso pode virar dobradinha.

Fim dos lixões

Municípios brasileiros terão mais tempo para extinguir os lixões. Esta foi uma reivindicação da Confederação Nacional de Municípios (CNM) e atendida pelos senadores, em Brasília.

Projeto do Senado

O Plenário da Casa aprovou o projeto de lei do Senado, que prorroga, de forma escalonada, o prazo para os municípios se adaptarem à Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), regida pela lei 12.305/2010.

Lista sugerida

pela CNM

A matéria é a primeira de uma lista sugerida pela Comissão Especial do Pacto Federativo, que agora segue para análise na Câmara dos Deputados.

Encerramento

O prazo para fechar os lixões e substitui-los por aterros sanitários encerrou em agosto do ano passado. Entretanto, a CNM vinha alertando da dificuldade dos gestores em cumprir as determinações.

PSDB

O PSDB realizou convenção no final de semana e reconduziu o senador Aécio Neves (MG) à presidência do partido. Os tucanos ficaram eufóricos com o discurso de Aécio. Ele apostou que a presidente Dilma Rousseff (PT) não concluirá seu mandato.

Escândalos de corrupção

O tucano disse em Brasília que os atuais escândalos de corrupção mostram que há um “vale tudo” para se manter no poder e voltou a afirmar que perdeu as eleições presidenciais para “uma organização criminosa”, e não para um partido político.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias