Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Quarta 22 de Novembro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 21/11/2017
mrv

Ataque deixa 2 mortos e quatro feridos em Mogi

29 MAI 2015 - 08h01

Uma nova onda de violência deixou dois mortos e quatro feridos durante a noite de quarta-feira, nos distritos de Jundiapeba e Brás Cubas, em Mogi das Cruzes. As vítimas, adolescentes e homens, de 16 a 30 anos, foram alvos em quatro endereços diferentes. Os crimes aconteceram no período de 1h12.

Os ataques tiveram início às 21h28, entre a Rua Manoel Fernandes e a Avenida Inglaterra. No local, os suspeitos atiraram cinco vezes na direção de Diego de Sousa Gomes, de 23 anos, e feriram outro, de 21. O sobrevivente foi encaminhado a uma unidade hospitalar do município com um ferimento nas costas, e ainda permanece internado.

Em menos de oito minutos, o segundo crime foi registrado na Rua Professor Gumercindo Coelho, em Brás Cubas. Um adolescente, de 16 anos, foi baleado por dois homens que, possivelmente, estavam em uma motocicleta.

Por conta do horário, populares ouviram os tiros e conseguiram socorrê-lo ao hospital.

O intervalo para o terceiro caso foi de apenas nove minutos. Aleimar José da Silva, de 18 anos, e outro adolescente, de 17 anos, estavam sentados em um banco de madeira, em frente a um conjunto habitacional, quando homens em uma motocicleta atiraram. Pela gravidade dos ferimentos, Silva morreu na hora e seu colega foi socorrido ao hospital.

O local conta com câmeras de vigilância e, provavelmente, serão elas que poderão auxiliar na identificação dos criminosos. Além disso, populares informaram que os suspeitos fugiram pela Alameda Santo Ângelo.

Pelo curto período nos ataques, os suspeitos aguardaram cerca de 50 minutos até o último ataque. Um servente, de 30 anos, caminhava pela Avenida Áurea Martins dos Santos quando foi baleado por dois homens em uma moto.

A vítima foi socorrida ao hospital e passou por cirurgia, e não corre risco de morte.



CASOS

De janeiro a abril deste ano, a polícia já registrou 28 casos de homicídio com um total de 33 pessoas mortas.

A última onda de violência resultou em diversas mortes, em abril deste ano, resultando em seis pessoas mortas e duas feridas nos bairros Vila Nova União, Caputera e Conjunto do Bosque.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias