Envie seu vídeo(11) 97569-1373
domingo 23 de setembro de 2018

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 22/09/2018
MRV AGOSTO - SÁLVIA
PMMC SETEMBRO - ENTRE
PMMC - SETEMBRO FOOD TRUCK SOLIDÁRIO
Região

Comércio varejista tem saldo de 328 contratações durante um ano

Suzano teve o maior número de novos empregados, com 244. Dados foram divulgados pelo Sincomércio

Por Lucas Lima - da Região14 SET 2018 - 00h01
Sincomércio fez balanço de contratações do comércio varejista na regiãoFoto: Sabrina Silva/Divulgação
O Alto Tietê registrou, entre julho de 2017 até o mesmo período deste ano, saldo positivo de 328 contratações de emprego no comércio varejista. Deste total, Suzano teve o maior número de novos empregados, com 244. O setor que mais empregou foi o de eletrodomésticos, eletrônicos e lojas de departamentos, totalizando 208 vínculos. Os dados foram divulgados pelo Sindicato do Comércio Varejista de Mogi das Cruzes e Alto Tietê (Sincomércio).
 
O balanço do saldo positivo de 328 contratações de emprego na região mostra que além de Suzano, classificada como melhor saldo de contratações, Itaquaquecetuba vem em seguida, tendo registrado 178. Poá ficou na terceira colocação com 58. Guararema está logo atrás com saldo positivo de 51 contratações. Biritiba Mirim ficou com saldo positivo de duas contratações. Por outro lado, Salesópolis, Ferraz de Vasconcelos e Mogi das Cruzes tiveram saldo negativo, sendo 13, 15 e 177, respectivamente.
 
De acordo com o presidente do Sincomércio, Valderli Martinez, a perspectiva é que o número de contratações aumente no segundo semestre deste ano. "Tivemos um aumento de empregados de aproximadamente 5% na região neste ano. Acredito que isso seja reflexo do comércio, que está se estabilizando. A perca de trabalho foi alta nos últimos quatro anos. Agora estão recuperando", explicou.
 
Os setores que tiveram maior saldo positivo de contratações foram: eletrodomésticos, eletrônicos e lojas de departamentos que totalizaram 208 vínculos, farmácias e perfumarias ficaram com 125 e materiais de construção com 83. Supermercados e outras atividades registraram 72 e 59, respectivamente. O setor de concessionárias de veículos computou saldo positivo de 24 vínculos. Apenas três setores tiveram saldo negativo, sendo o de autopeças e acessórios (14), lojas de imóveis e decoração (109) e lojas de vestuários, tecidos e calçados (120).

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias