Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sexta 06 de dezembro de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 05/12/2019
SOLIDARIO2019
CENTRO ONCOLÓGICO

Mogi apresenta trabalho na Mostra Nacional 'Brasil Aqui tem SUS' em Brasília

Experiência apresentada pela equipe mogiana foi criada com base no trabalho desenvolvido na Residência Terapêutica, inaugurada em 30 de novembro do ano passado

Por de Mogi03 JUL 2019 - 16h03
Projeto mogiano foi uma das 67 experiências selecionadas entre o total de 995 trabalhos apresentados por Prefeituras para concorreram ao Prêmio David CapistranoFoto: Divulgação/PMMC

Um trabalho elaborado pela equipe da Secretaria Municipal de Saúde de Mogi das Cruzes foi apresentado nesta terça-feira (2) no Congresso Nacional de Secretarias Municipais de Saúde, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, em Brasília. O projeto mogiano foi uma das 67 experiências selecionadas entre o total de 995 trabalhos apresentados por Prefeituras para concorreram ao Prêmio David Capistrano.

A experiência apresentada pela equipe mogiana foi criada com base no trabalho desenvolvido na Residência Terapêutica, inaugurada em 30 de novembro do ano passado. A unidade tem capacidade para acolher até 10 moradores de hospitais psiquiátricos de longa permanência que estão sendo desativados em diferentes partes do Estado de São Paulo.

O regresso dos pacientes internados em hospitais psiquiátricos para suas cidades de origem decorre da política antimanicomial e a proposta da Residência Terapêutica é oferecer um ambiente residencial, humanizado e familiar, mas com suporte de todos os cuidados necessários para cada morador.

A secretária adjunta de Saúde, Rosângela Cunha, a diretora do Departamento de Básica, Rebeca Barufi, e a enfermeira Gisele Franco Menichelli foram as autoras do trabalho apresentado em Brasília com o tema “Experiência de Desinstitucionalização: O resgate da cidadania e da dignidade no relato de profissionais e pacientes”.

“Estamos em busca de oferecer uma saúde de qualidade para o nosso município. O objetivo do trabalho é mostrar que a desinstitucionalização dos pacientes resgata a cidadania e a dignidade dos mesmos, mostrando à sociedade que uma vida de qualidade está ao alcance de todos”, explicou Gisele, durante a apresentação do trabalho em Brasília.

A escolha do projeto de Mogi das Cruzes evidenciou o esforço que a gestão municipal tem empreendido para garantir saúde de qualidade no Sistema Único de Saúde (SUS). “Avançamos mais um passo em direção à saúde de qualidade e acessível em nosso município. Só de ter sido selecionado, dentre tantos trabalhos que foram apresentados, já é motivo de comemoração. Isso comprova que estamos no caminho certo”, completou o secretário municipal de Saúde, Francisco Bezerra.

Sobre o Congresso

Em março, a Secretaria Municipal de Saúde participou do 33º Congresso de Secretários Municipais de Saúde do Estado de São Paulo. O evento realizado em Águas de Lindoia, interior de São Paulo, contou com a 16º Mostra de Experiências Exitosas, onde Mogi as Cruzes apresentou oito trabalhos, um deles selecionado para a etapa nacional do evento, que está sendo realizada nesta semana em Brasília.

Os quase mil trabalhos apresentados abordaram temas diversos como Atenção Básica, Assistência Farmacêutica, Gestão de Pessoas, Gestão na Saúde, Participação Social, Promoção em Saúde, Regulação em Redes de Atenção, Saúde Mental e Vigilância em Saúde.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias