Envie seu vídeo(11) 4745-6900
quarta 27 de outubro de 2021

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 27/10/2021
GrupoIndy
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
Pmmc Parque
PMMC PPM
SOUSA ARAUJO - SIENA

Obras no Viaduto Tancredo Neves em Poá são paralisadas

Prefeitura busca recursos junto ao Estado para dar continuidade às obras

Por Thiago Caetano - de Poá19 SET 2021 - 20h00
Obras estão paralisadas por falta de recursosFoto: Regiane Bento/DS
As obras da 2ª alça do viaduto Tancredo Neves, em Poá, estão paralisadas. A Prefeitura informou que busca recursos junto ao Governo do Estado para dar continuidade às obras. Até a última sexta-feira (17), elas estavam 50% concluídas. As informações são da Secretaria de Obras do município.
 
Pelo menos 20 mil veículos passam diariamente pelo viaduto localizado na região central. A segunda alça seria de fundamental importância para a população. Principalmente no que se refere a fluidez do trânsito. “Está parado faz tempo. Não sabemos se continua ou se vai parar. Seria uma alternativa para desafogar o trânsito”, disse o comerciante Fernando Nunes.
 
Seu estabelecimento fica na Avenida Leonor Bolsoni Marques da Silva, que fica ao lado do viaduto. A paralisação, segundo ele, traz prejuízo ao seu negócio. “Pedimos a finalização dessa obra. Acaba atrapalhando bastante nosso comércio. O local fica muito feio. Prejudica a aparência”, opinou.
 
A aposentada Márcia Valério lamenta a situação. “É uma obra muito importante. O trânsito fica parado. Fica ruim para a cidade. Ainda mais no Centro”, afirmou Márcia.
 
O operador de empilhadeira Miquéias Matias criticou a paralisação. Para ele, seria essencial para melhorar o trânsito no local. “Seria mais uma alternativa para o motorista. Atrapalha bastante. Está praticamente abandonado”, critica.
 
Cleiton de Souza, proprietário de uma fábrica de alumínio, conta que a situação não é uma novidade. “Parou na gestão passada e desde então não voltou mais”.
 
Para ele, a situação poderia ser pior se a região em volta do viaduto fosse mais movimentada. O fato, porém, não justifica o atraso. A obra é bastante esperada pela população. “Poderia ser melhor. Aqui não tem muito movimento. Se tivesse ia prejudicar ainda mais. Ruim por se tratar de obra importante e de grande benefício para a população”, finalizou.
 
VALORES E OBRA
 
A expectativa é de que o Viaduto Tancredo Neves, na região central, ganhe uma segunda alça, paralela a existente. Serão duas faixas em cada alça. Um investimento de R$ 12,8 milhões. 
 
Segundo a Secretaria de Transportes e Mobilidade Urbana, aproximadamente 20 mil veículos passam diariamente pelo viaduto e no horário de pico, muitos motoristas levam aproximadamente 40 minutos para percorrer uma distância de 1,5 quilômetro.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias