Envie seu vídeo(11) 97569-1373
terça 11 de dezembro de 2018

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 10/12/2018
PMMC BAZAR SOLIDARIO 2018
PMMC DEZEMBRO - SALA DO EMPREENDEDOR
MRV - ATÉ O SEU MADRUGA VAI SAIR DO ALUGUEL
Região

Poá busca autorização do TJ-SP para demolir prédio do antigo Fórum

Em 2009, o Tribunal de Justiça de São Paulo interditou preventivamente o espaço sob o risco de desabamento

Por de Poá10 OUT 2018 - 23h44
Gian Lopes esteve no Tribunal de Justiça de São PauloFoto: Divulgação
O prefeito de Poá, Gian Lopes, esteve nesta quarta-feira (10) no Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), ao lado do Dr. Eduardo Messias Altemani (Juiz Diretor do Fórum da Comarca de Poá) e do Dr. Valmir Maurici Júnior (Juiz de Direito da 2ª Vara Cível da Comarca de Poá) e o objetivo da atividade foi buscar junto ao TJ-SP uma autorização para que a administração municipal faça a demolição do prédio do antigo Fórum de Poá para que quando a área estiver limpa, o governo do Estado construa um novo equipamento no município mais espaçoso e moderno, melhorando o atendimento à população.
 
"Estivemos no Tribunal de Justiça de São Paulo e nossa proposta é que a Prefeitura de Poá faça a demolição do prédio do antigo Fórum e o Estado posteriormente possa construir um novo prédio. Ou seja, é uma parceria da administração municipal e do Estado, até por conta dos riscos que o local apresenta hoje. É uma demanda antiga da população e estamos lutando para tentar resolvê-la o mais rápido possível", comentou o prefeito Gian Lopes. O secretário de Governo, Comunicação Social e Meio Ambiente e interino de Obras Públicas, de Planejamento, Orçamento, Gestão e de Habitação de Interesse Social, Augusto de Jesus e o chefe de Gabinete, Rogério Tarento, também acompanharam a reunião.
 
Em 2009, o TJ-SP interditou preventivamente o prédio do Fórum de Poá sob o risco de desabamento. Engenheiros contratados pelo governo do Estado estiveram no local e determinaram a saída imediata dos funcionários. Durante a inspeção, os técnicos encontraram problemas estruturais. O atendimento foi transferido para um novo espaço na Avenida Nove de Julho, na região central de Poá.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias