Envie seu vídeo(11) 97569-1373
terça 31 de março de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 30/03/2020
Secretaria de Estado da Saúde Campanha Coronavirus
COVID
CENTRO MÉDICO
CENTRO ONCOLÓGICO

Região registra 31 casos de dengue nos dois primeiros meses de 2020

Levantamento feito pelo DS apresenta dados sobre nove cidades da região; Mogi e Biritba lideram com 7 casos

Por Carolina Rocha - da Região20 FEV 2020 - 22h30
Caso foi registrado na Delegacia Central de ItaquaquecetubaFoto: Região registra 31 casos da doença; orientação é para não deixar água parada
O Alto Tietê registra 31 casos de dengue em 2020. As informações foram passadas ao DS pelas prefeituras de nove cidades da região. Mogi das Cruzes e Biritiba-Mirim lideram, com 7 casos registrados. Suzano registra 4 casos de dengue.
 
Em seguida aparece Itaquaquecetuba com 6 casos confirmados. Guararema contabiliza 4 casos importados. Em Arujá a Secretaria de Saúde conta três ocorrências da doença na cidade. 
 
Os demais municípios da região não possuem ocorrências até o momento, com exceção de Salesópolis, que até o fechamento desta reportagem, não enviou o número de casos.
 
No ano anterior
 
Em 2019, 29 casos de dengue foram contabilizados no mesmo período, 6,9% a menos que este ano. As cidades com maior incidência de casos foram Biritiba, com 7 casos notificados e Suzano, com 4 casos confirmados. 
 
Em seguida aparecem os municípios de Arujá, com 3 casos, Itaquaquecetuba com 2 casos registrados, Poá, também com 2 casos confirmados e Ferraz de Vasconcelos com um caso.
 
Em Mogi das Cruzes, a Secretaria de Saúde não divulgou os dados por mês, mas o total de casos de 2019. Foram 126 ocorrências registradas, o que resulta em uma média de 10,5 casos por mês.
 
Guararema e Santa Isabel são as únicas que não registraram casos da doença no ano passado.
 
Doença
 
A dengue é transmitida pelo mosquito Aedes Aegypit, que também transmite outras doenças como zika, chikungunya e febre amarela. 
 
Os principais sintomas são febre, dores musculares e nas articulações, falta de apetite, náusea, dor de cabeça e manchas avermelhadas na pele. A doença requer diagnóstico médico e tratamento. 
 
A prevenção da doença pode ser feita através de vacina. Outros cuidados também podem ser tomados, como evitar água parada e a colocação areia nos vasos de plantas. 

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias