Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sexta 24 de maio de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 23/05/2019
PMMC MAIO AMARELO
PMMC GRIPE
PMMC MEGAMUTIRAO
centerplex 23 a 29/05
GOVERNO DO ESTADO - ICESP
E.E Raul Brasil

Secretaria de Saúde do Estado divulga nova atualização de feridos hospitalizados

Sete feridos estão sendo assistidos por equipes especializadas de hospitais estaduais.

Por Dennis Maciel - de Suzano14 MAR 2019 - 13h15
Uma das vítimas passará por cirurgia ortopédica no joelho no PS MunicipalFoto: Sabrina Silva/Divulgação

O estado de saúde de sete feridos no atentado contra a Escola Raul Brasil, em Suzano, foi atualizado na manhã desta quinta-feira (14). Os alunos estão sendo assistidos por equipes especializadas nos hospitais estaduais da região. Um deles, em estado estável, passará por uma cirurgia.

Os alunos estavam na Escola Estadual Raul Brasil no momento em que dois atiradores invadiram o local e abriram fogo contra os estudantes e funcionários. Um dos agressores utilizou um machado para atingir os jovens que tentavam fugir do local.

Os estudantes Jenifer da Silva Cavalcante e Leonardo Martinez Santos estão na UTI do Hospital das Clínicas Luiz de Pinho Melo, em estado estável. De acordo com a Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo, Leonardo passará por uma cirurgia no hospital.

Adna Isabella Bezerra de Paula, de 16 anos e Anderson Carrilho de Brito, 15 anos foram transferidos do Pronto Socorro Municipal de Suzano para o Hospital das Clínicas da USP, em São Paulo. Ambos se encontram em estado estável, na UTI.

Murillo Gomes Louro Benite, de 15 anos foi socorrido pelo Águia e levado para o Hospital das Clínicas da USP. O jovem está em estado estável, na enfermaria. Leonardo Vinícius Santana, de 16 anos, estava na Santa Casa de Suzano e também foi transferido para o Hospital das Clínicas da USP, está estável, no Pronto Socorro.

Letícia de Melo Nunes, que estava no Hospital Santa Maria foi transferida para Hospital Geral de Itaquaquecetuba, ela está estável e sob acompanhamento especializado de um cirúrgico geral.

A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo enviou, ainda no dia do atentado, dois psiquiatras e um psicólogo para dar apoio no atendimento às famílias e demais envolvidos na ocorrência, atuando em conjunto com a equipe do Caps (Centro de Atenção Psicossocial) de Suzano.

Os profissionais estaduais de Saúde Mental, com equipes municipais, trabalharão conjuntamente na assistência psicológica nos próximos dias. A pasta está em contato permanente com a Prefeitura para auxiliar a cidade em qualquer necessidade.

A Secretaria também mobilizou médicos do GRAU (Grupo de Resgate), que atuaram ao lado dos Bombeiros e do Grupamento Aéreo (Águia), fortalecendo o trabalho do Resgate no atendimento pré-hospitalar às vítimas. Sete feridos estão sendo assistidos por equipes especializadas de hospitais estaduais - HCFMUSP e hospitais Luzia de Pinho Melo e Geral de Itaquaquecetuba.

O Secretário de Estado da Saúde, José Henrique Germann Ferreira, esteve no Alto Tietê no dia do atentado e acompanhou o trabalho médico nos hospitais que receberam as vítimas.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias