Envie seu vídeo(11) 97569-1373
domingo 23 de setembro de 2018

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 22/09/2018
PMMC SETEMBRO - ENTRE
PMMC - SETEMBRO FOOD TRUCK SOLIDÁRIO
MRV AGOSTO - SÁLVIA

Suzano será sede do 2º Encontro de Vigilância Socioassistencial do Alto Tietê

Evento ocorrerá no Teatro Municipal Dr. Armando de Ré e terá participação de representantes das dez cidades da região, que apresentarão suas propostas

Por de Suzano16 SET 2018 - 16h09
Evento vai contar com a apresentação do painel geral do setor com representantes dos governos estadual e federalFoto: Irineu Júnior/Secop Suzano

Suzano vai sediar na próxima terça-feira (18) o 2º encontro de Vigilância Socioassistencial do Alto Tietê. O evento ocorrerá no Teatro Municipal Dr. Armando de Ré, das 8 horas às 16h30, e tem realização do Coletivo de Vigilância Socioassistencial do Alto Tietê, composto por profissionais das gestões de assistência social das dez cidades da região. O tema será “O lugar da vigilância socioassistencial: construção de práticas de garantia de direitos no Alto Tietê.

O encontro pretende abrir um espaço regional para mostrar e debater experiências e propostas alcançáveis aos municípios na efetivação do Sistema Único de Assistência Social (SUAS) em seus territórios e para a garantia de direitos da população em vulnerabilidade social.

O evento vai contar com a apresentação do painel geral do setor com representantes dos governos estadual e federal. Haverá ainda palestra com a pesquisadora Dirce Koga, “O lugar da Vigilância Socioassistencial no cotidiano do trabalho social no SUAS”. Ela é assistente social, docente e pesquisadora do Programa de Estudos Pós-Graduados em Serviço Social da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP).  

Na segunda parte do evento será aberto um painel local com experiências de Suzano e municípios vizinhos. Cada vigilância socioassistencial terá a oportunidade de apresentar uma proposta com o objetivo de reunir, sistematizar, analisar e disseminar essas informações para as tomadas de decisão das equipes dos órgãos gestores e dos serviços da assistência social, tanto do Poder Público quanto das entidades.

O trabalho apresentado por Suzano terá como título “Contribuição para efetivação do BPC na Escola”. Um dos responsáveis, o servidor público municipal Joari Aparecido Soares de Carvalho, explicou que esse projeto está sendo retomado e visa identificar as barreiras ao acesso e à permanência na escola, de crianças e adolescentes com deficiência de 0 a 18 anos, que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC).  

“Com esse levantamento conseguimos realizar ações intersetoriais entre as políticas públicas de Educação, Saúde e Assistência Social. O Núcleo de Vigilância Socioassistencial de Suzano está colaborando para a reativação deste programa, com a organização de diversas ações, inclusive em parceria com Faculdade de Educação da USP, que está colaborando com a capacitação dos profissionais”, explicou ele.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias