Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Logo de aniversário de 60 anos
sábado 15 de maio de 2021

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 15/05/2021
CHECK UP - PÓS COVID
Oportunidade

Cultura disponibiliza cadastramento de projetos para o audiovisual

Serão premiados 20 projetos entre videoclipes, documentários e vídeos pequenos de ficção

Por de Suzano29 ABR 2021 - 13h04
Cultura disponibiliza cadastramento de projetos para o audiovisualFoto: Mauricio Sordilli/Secop Suzano

Com o tema “Qual a reflexão vivenciada pelo isolamento trazida pela pandemia?”, a Secretaria de Cultura de Suzano deu início nesta quarta-feira (28/04) ao cadastramento de projetos para o audiovisual. O formulário e o regulamento desta ação estão disponíveis no site da pasta (culturadesuzano.com.br/editais). Os interessados terão até 28 de maio para se inscreverem.

Ao todo será destinado a quantia de R$ 23 mil, sendo que esse montante se divide entre 20 premiações em três categorias: 10 videoclipes de no mínimo 2 minutos e 30 segundos e máximo de 4 minutos. Para cada contemplado neste grupo, o valor destinado será de R$ 800. Serão premiados também, três documentários com duração mínima de 2 minutos e máxima de 10 minutos, por R$ 1,5 mil cada. Por fim, também por R$ 1,5 mil, sete vídeos curtos de ficção com tempo de gravação de 2 a 10 minutos.

O cadastramento prevê que cada candidato possa inscrever até dois projetos. Mas, para essa edição, será contemplado com apenas uma produção enviada. Ainda, só será permitida a participação de pessoas a partir de 18 anos de idade e que comprovem vínculo artístico com a cidade de Suzano, veda ainda a participação de funcionários públicos e prestadores de serviço terceirizados com vínculo com a Prefeitura de Suzano.

Após o término das inscrições, a coordenação da Secretaria Municipal de Cultura, na área do cinema e audiovisual, conduzida pelo ator e diretor Herculano Oliveira, fará uma avaliação de cada proposta seguindo os seguintes critérios: histórico dos artistas e técnicos envolvidos; argumento; adequação ao tema proposto; e qualidade artística.

Oliveira explica que, após a divulgação da lista de contemplados, o proponente terá até 30 dias corridos para entregar o projeto concluído em forma de vídeo com as seguintes especificações: formato HD (1920x1080), resolução mínima de 720p, formato wide e, se filmado com celular, a imagem deverá ser no sentido horizontal. Os arquivos devem ser enviados no formato MP4 ou AVI.

O secretário de Cultura de Suzano, o vice-prefeito Walmir Pinto, destacou que o objetivo deste cadastramento é mapear os produtores culturais em audiovisual para exibição nas plataformas virtuais da pasta, além de promover a produção em pequeno porte da linguagem e iniciar o processo de implementação e consolidação do Polo Audiovisual na cidade.

“Desde a inauguração do Cineteatro Wilma Bentivegna, logo quando o prefeito Rodrigo Ashiuchi e eu assumimos a Prefeitura de Suzano, foi o pontapé inicial para o planejamento do nosso Polo de Cinema e Audiovisual. Da minha primeira passagem como chefe da pasta da Cultura de nossa cidade, até agora, em que retomo o cargo, as produções independentes de nossa cidade sempre foram observadas por mim. Por isso, acredito que, como poder público, é nossa tarefa fomentar a garantir que os produtores locais tenham condição de trabalhar e criar”, destacou.  

Polo de Audiovisual  

Desde o final do ano passado, a Secretaria de Cultura de Suzano vem realizando estudos para a implementação de um Polo de Cinema e Audiovisual de Suzano. O local já está definido e será anexo ao Cineteatro Wilma Bentivegna. Serão ocupadas as antigas salas que serviam como gabinete dos vereadores na época em que o prédio abrigava a Câmara Municipal. A previsão é de que o local seja entregue ainda este ano.

Segundo a Cultura, o objetivo é colocar Suzano no mapa das cidades produtoras de cinema em consonância com as ações de economia criativa implementadas em várias partes do mundo, com ganhos reais para os seus cidadãos. A ação busca, principalmente, prestar apoio aos artistas da cidade, oferecendo um espaço para produção de conteúdo, em especial neste período de pandemia do novo coronavírus (Covid-19). 

Além disso, a pasta acredita que, com o avanço da imunização, há uma expectativa de retomada das atividades culturais. O local, então, estará pronto e disponível para potencializar a produção cultural de Suzano. “Enriquecer o arcabouço cultural é enriquecer a cidade, pois atrai o turismo e gera emprego e renda, sem falar dos coletivos de audiovisual que se sentirão acolhidos por uma boa política pública”, disse o chefe da pasta.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias