Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Segunda 23 de Outubro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 22/10/2017
mrv
Pernas amarradas

Gráfico é assassinado com mais de 20 facadas e tem metade do corpo carbonizado em Ferraz

Corpo foi encontrado às margens de córrego, com as pernas amarradas com arame. Polícia não descarta tortura, e disse que vítima pode ter lutado para salvar a vida

Por Marcus Pontes - de Ferraz22 SET 2017 - 13h23
Mesmo depois de algumas horas, o corpo permanecia na viaFoto: Marcus Pontes/Divulgação

O gráfico Kleber Soares de Lima, de 39 anos, foi assassinado com mais de 20 facadas e teve parte do corpo carbonizado. A vítima foi encontrada às margens de um córrego, nessa sexta-feira (22), na Rua Francisco Sperandio, no Jardim Luiz Mauro, em Ferraz de Vasconcelos. Para a Polícia Militar (PM), as circunstâncias da morte apontam uma possível tortura, pois, as pernas da vítima estavam amarradas com arame. O Setor de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP) de Mogi das Cruzes deu início às investigações.

O corpo foi encontrado por volta das 6 horas da manhã. A PM foi acionada e preservou o local, até a chegada da Polícia Científica. Investigadores do SHPP também foram chamados. À reportagem, os PMs, que atenderam ao caso, relataram que a esposa da vítima disse que o marido não tinha nenhuma desavença ou briga, e que era um frequentador assíduo de uma igreja católica. 

A suspeita da Polícia é que Lima tenha sido assassinado entre 21 e 23 horas, quando voltava da igreja, que fica entre 100 e 150 metros do local do crime. Ao DS, os investigadores responsáveis pela investigação disseram não descartar nenhuma hipótese. Mas deverão confirmar se, de fato, o homem foi visto pela última vez na missa desta quinta-feira (21). 

Até às 11h19, o corpo da vítima permanecia no local para remoção de uma funéria. A reportagem apurou que o local não dispõe de câmeras de monitoramento. Moradores desta via foram enfáticos em dizer que a região sofre uma constante série de roubos e assaltos, sendo eles praticados durante o dia ou noite.  

O caso será registrado no 1º Distrito Policial de Ferraz de Vasconcelos

 

 

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias