Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Logo de aniversário de 60 anos
domingo 19 de setembro de 2021

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 19/09/2021
GrupoIndy
PMMC REDESCUBRA MOGI
ManArc
SEC DE GOVERNO - CAMPANHA: CORONAVIRUS - VALE GÁS - FASE II
CREA-SP

154 internos da Fundação Casa aguardam vacinação

Por Matheus Cruz - da Região01 AGO 2021 - 19h00
Todos os 154 internos das três unidades ainda não foram vacinadosFoto: Regiane Bento/DS
Todos os 154 internos das três unidades da Fundação (Centro de Atendimento Socioeducativo ao Adolescente) localizadas no Alto Tietê ainda não foram vacinados contra o novo coronavírus (Covid-19). De acordo com o órgão, os adolescentes com idade entre 12 a 21 anos serão vacinados de acordo com o Plano Estadual de Imunização (PEI), quando for atendida a idade de cada um. 
 
Localizadas nas cidades de Itaquaquecetuba e Arujá, atualmente as três unidades funcionam dentro do limite máximo de ocupação, já que em números somados, a lotação atual é de 154 internos para a capacidade de 168. 
 
Em dados separados por unidades, são 58 jovens infratores na unidade de Arujá, que tem capacidade para receber 64. Já na unidade Casa Itaquá, atualmente estão 57 internos dentro da capacidade de até 64. Na unidade Casa Terra Nova, também em Itaquá, estão outros 39 autores de infrações ocupando o espaço que pode receber até 40. 
 
Como forma de manter a segurança de todos os envolvidos, desde funcionários, visitantes e internos, a Fundação Casa segue cumprindo os protocolos de prevenção à Covid-19. Em março do ano passado, as visitas foram suspensas como medida para evitar a contaminação e proliferação do novo coronavírus. 
 
Em novembro do mesmo ano, as visitas de familiares aos internos voltaram a ser autorizadas com a intensificação dos protocolos sanitários e o fim da revista íntima. O processo de revista foi substituído pelo uso de escâneres corporais ou manuais, além de outros procedimentos que preservam a intimidade e a dignidade humana. 
 
Cada adolescente em internação possui direito a visita quinzenal de um membro da família, desde que previamente autorizado pela equipe de referência do jovem no centro socioeducativo. 
 
Para ter acesso à unidade, o visitante tem a temperatura auferida; responde a um questionário sobre o seu estado de saúde; e passa pela revista da segurança, com uso de equipamento de scanner corporal ou, na sua ausência, por revista pessoal, que inclui uso de aparelho de detecção de metal. 

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias