Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Logo de aniversário de 60 anos
quinta 16 de setembro de 2021

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 16/09/2021
ManArc
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
SEC DE GOVERNO - CAMPANHA: CORONAVIRUS - VALE GÁS - FASE II
GrupoIndy
CREA-SP
Cidades

DAEE inicia desassoreamento no Rio Guaió e conclui serviços no Córrego Itaim

Trabalhos fazem parte das medidas preventivas do Governo do Estado no combate às enchentes no Alto Tietê

Por da Região26 JUL 2021 - 15h28
DAEE concluiu em 16 de julho, os serviços de limpeza e desassoreamento do Córrego ItaimFoto: Rodrigo Nagafuti/Divulgação

O Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE) iniciou na última segunda-feira (19), os serviços de limpeza e desassoreamento no Rio Guaió, entre os municípios de Suzano e Poá, num trecho de 1,5 mil metros compreendidos entre a foz do Rio Tietê e a Rodovia Mogi-Guararema. 

Os trabalhos visam a remoção de aproximadamente 25 mil m³ de sedimentos como areia, terra, lodo e vegetação do fundo do rio – o equivalente a 10 piscinas olímpicas -, com o objetivo de revitalizar e aumentar a vazão do canal evitando extravasamentos em períodos chuvosos. 

Segundo o superintendente do DAEE, Francisco Eduardo Loducca, “A ação faz parte do plano preventivo de combate às enchentes na Bacia Hidrográfica do Alto Tietê e representa um investimento de R$ 2,3 milhões com recursos do Fundo Estadual de Recursos Hídricos - Fehidro. As obras devem ser concluídas em nove meses”, disse.  

Serviços concluídos em Poá

O DAEE concluiu em 16 de julho, os serviços de limpeza e desassoreamento do Córrego Itaim, no município de Poá. Os trabalhos foram realizados num trecho de um quilômetro entre a rotatória da Avenida Marginal e a Rodovia Mogi-Guararema, removendo mais de 13,5 mil m³ de sedimentos do leito do canal. No total foram investidos R$ 933,6 mil provenientes do Fehidro.  

Alto Tietê 

Desde 2020 o DAEE já investiu cerca de R$ 22,5 milhões em ações de limpeza e desassoreamento em municípios do Alto Tietê. Além do Córrego Itaim, em Poá, outros cursos d´água tiveram suas vazões restabelecidas: 

- MOGI DAS CRUZES: 3 mil metros do Rio Jundiaí, entre a Avenidas das Orquídeas e a Rua José Pereira, onde foram removidos mais de 38,6 mil m³ de sedimentos; 

- SUZANO/ITAQUAQUECETUBA: 1,3 quilômetro do Rio Jaguari, entre a foz do rio Tietê e a estrada do Preju, onde foram removidos 14,3 mil m³ de sedimentos e vegetação; 

- SÃO PAULO: 1 mil metros do Ribeirão Lageado, entre a foz junto ao rio Tietê e a linha férrea da CPTM. Foram recolhidos mais de 12 mil m³ de sedimentos. 

- GUARULHOS: 1 mil metros do Córrego das Pedrinhas, entre o rio Tietê e a rodovia Ayrton Senna; com quase 10 mil m³ de sedimentos retirados.  

Próximas etapas 

O DAEE lançou o edital para contratação dos serviços de limpeza, desassoreamento e desobstrução de mais 13 quilômetros do rio Tietê, no trecho compreendido entre a Barragem da Penha e a Ponte José Ermírio de Moraes (antiga Ponte Pênsil da empresa Nitroquímica). Serão investidos R$ 143,2 milhões que beneficiarão diretamente os municípios de São Paulo e Guarulhos com a retirada de 900 mil m³ de sedimentos e mais 30 mil m³ de material rochoso do fundo do canal. Os trabalhos facilitarão a manutenção da Eclusa da Barragem da Penha. 

Novo pacote de obras

Além disso, outros nove editais do novo pacote de obras que beneficiará a Bacia Hidrográfica do Alto Tietê estão em fase final de elaboração. As publicações estão previstas para o começo do próximo semestre e as intervenções serão iniciadas logo após a conclusão dos processos licitatórios. A estimativa de prazo para o término das obras é de nove meses contados a partir da data de assinatura dos contratos. O investimento total é de R$ 63,32 milhões, provenientes do Fundo Estadual de Recursos Hídrico (FEHIDRO). O novo pacote de obras abrange os seguintes trechos: 

• MOGI DAS CRUZES E BIRITIBA-MIRI – Lote 4,5, (Rio Tietê): A partir do Córrego Sabino até a Ponte da Av. João XXIII, em 5 quilômetros de extensão aproximadamente, entre os municípios de Mogi das Cruzes e Biritiba-Mirim; 

• BIRITIBA-MIRIM – Lote 5 (Rio Tietê): Extensão total de três quilômetros, divididos em dois trechos. O primeiro fica entre as fozes do rio Paraitinga e do córrego Capela; já o segundo, entre a Estrada Santa Catarina e o canal de adução da Sabesp; 

• BIRITIBA- MIRIM: Serviços de desobstrução, limpeza, adequação do desemboque e desassoreamento em aproximadamente um quilômetro de extensão, a partir da foz do Córrego da Capela, localizada no Rio Tietê.  

• SUZANO, RIBEIRÃO PIRES E MOGI DAS CRUZES: Taiaçupeba Mirim Limpeza, desobstrução, desassoreamento e remoção de macrófitas aquáticas flutuantes do Ribeirão Taiaçupeba-Mirim. O primeiro trecho fica entre a Rua Bragança e a Travessia da Estrada Férrea MRS. Na segunda etapa será contemplada uma área de quase cinco quilômetros entre as Travessias da Estrada Sondália e da Rua Santa Gema, nos municípios de Suzano, Ribeirão Pires e Mogi das Cruzes, Estado de São Paulo. 

• SÃO PAULO: Contenção da margem esquerda do Córrego Itaim com extensão aproximada de 450 metros; 

• FRANCO DA ROCHA: Obra de implantação de Galeria de Reforço (desvio) na foz do Ribeirão Água Vermelha. Será implantada na Rua Doutor Hamilton Prado em um trecho 230 metros, entre as ruas Doutor Osório César e Coronel Rondon, até a estrutura existente que desemboca no Ribeirão Eusébio; 

• FRANCO DA ROCHA: Canalização do Rio Juquery entre a travessia de acesso do Hospital do Juquery até a foz do Ribeirão Eusébio, com extensão de 400 metros. 

• FRANCO DA ROCHA: Serviços de limpeza, remoção de macrófitas aquáticas flutuantes, desobstrução e desassoreamento do Rio Juquery, a partir da Barragem de Paiva Castro até 300 metros a jusante da foz do Córrego Maracujá, no Rio Juquery, em cerca de cinco quilômetros.  

• FRANCO DA ROCHA: Serviços de desobstrução, limpeza, adequação do desemboque e desassoreamento do Ribeirão Eusébio, no trecho compreendido entre a foz do Ribeirão Eusébio, no Rio Juquery, e a Travessia de acesso à Estação Ferroviária Franco da Rocha, em extensão aproximada de 700 metros.  

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias