Envie seu vídeo(11) 97569-1373
domingo 08 de dezembro de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 07/12/2019
CENTRO ONCOLÓGICO

Estações aguardam aprovação de novo sistema de pagamento de tarifas

Tendência é de que, caso seja aprovado, o novo sistema seja implantado em todas as linhas da CPTM e Metrô

Por Isabelle Santini - da Região16 SET 2019 - 21h33
No período de testes, a CPTM e o Metrô vão avaliar a viabilidade do novo sistema que pode ser ampliado para todas as linhas.Foto: Sabrina Silva/DS
A Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) não descartou a possibilidade de as estações do Alto Tietê terem um novo sistema de pagamento de tarifa, por meio do QR Code - código de barras que pode ser facilmente escaneado usando a maioria dos atuais celulares com câmera. A tendência é de que os resultados obtidos dos testes, em estações da Capital, sirvam para que a companhia avalie a implantação em todas as linhas do Estado. 
 
"A viabilidade da implantação definitiva do bilhete com QR Code será avaliada durante o período de testes, que vai até 18 de outubro. A ideia é que o pagamento da tarifa com o QR Code substitua futuramente a maior parte dos pagamentos com o bilhete magnético unitário, o chamado Edmonson. Na CPTM, em média, 25% dos passageiros pagantes utilizam esse tipo de bilhete. No Metrô, o percentual é de 15%", afirmou a CPTM, por meio de nota.
 
O Metrô e a CPTM testam um novo sistema de pagamento de tarifa por QR Code, um bilhete único em 2D com código de barras, que pode ser gerado pelo celular. O projeto iniciou no dia 3 de setembro e se estende até o dia 18 de outubro. 
 
No período de testes, a CPTM e o Metrô vão avaliar a viabilidade do novo sistema que pode ser ampliado para todas as linhas.
 
No momento, as linhas da CPTM contempladas com o novo sistema são: Linha 11-Coral, na Estação Dom Bosco, Linha 13-Jade, Aeroporto de Guarulhos, Linha 9-Esmeralda, Autódromo e na Linha 10-Turquesa, na Estação de Tamanduateí. 
 
No Metrô, o novo serviço pode ser testado nas estações São Judas (Linha 1-Azul), Paraíso (linha 1-Azul e 2-Verde) e Pedro II (Linha 3-Vermelha). São dois bloqueios por cada estação com o validador.
 
Há uma semana em teste em estações da CPTM e do Metrô, o bilhete unitário com QR Code tem tido boa aceitação entre os passageiros.
 
Para se ter ideia, no período do dia 3 até o dia 10, foram vendidos 21.847 bilhetes com QR Code. Desse total, 91% foram comprados em bilheterias, 6,1% em máquinas de auto-atendimento e 3% no aplicativo VouD.
A ação, que faz parte do plano da Secretaria dos Transportes Metropolitanos (STM), tem como objetivo modernizar os sistemas de pagamento de tarifas. 
 
"Estão sendo vendidos bilhetes unitários para uso apenas no Metrô e na CPTM (não valem para integração com outros modais). A compra pode ser feita com cartão de crédito pelo celular, por meio do aplicativo VouD, que pode ser baixado em lojas virtuais de Android e iOS. Depois, é só abrir o QR Code na tela do celular e passar nos bloqueios com validador nas estações que participam do projeto-piloto", completou a STM.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias