Envie seu vídeo(11) 4745-6900
terça 13 de abril de 2021

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 11/04/2021
CENTRO MÉDICO
São Paulo Secretaria da Educação
GrupoIndy
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
Magic City

Falta de recursos deixa obra no Viaduto de Poá em ritmo lento, informa Prefeitura

No momento, estão sendo executados os serviços de calçamento

Por Thiago Caetano - de Suzano07 MAR 2021 - 18h00
Obras seguem em ritmo mais lento por falta de recursosFoto: Isabela Oliveira/DS
Por falta de recursos, as obras no Viaduto de Poá estão em ritmo mais lento por falta de recursos, informou a Secretaria de Obras Públicas do município. Por conta disso, não há previsão de entrega das obras. No momento, estão sendo executados os serviços de calçamento. 
 
Ainda segundo a pasta, a construção do Balneário segue a programação normal. 
 
A obra está na segunda etapa, que deve ser concluída em junho.
 
O DS esteve nos dois lugares. No Balneário, localizado na Vila Áurea, as obras seguem paralisadas. O portão principal está trancado e não havia nenhuma movimentação no local. 
 
No Viaduto de Poá, foi possível observar entulhos no local. Foram erguidas algumas estruturas, que aparentam ser pilastras, mas todas estavam inacabadas. Porém, haviam pessoas trabalhando no local. 
 
Opinião
 
Quem passa pelos dois lugares lamenta a paralisação das obras. Maria Luiza vive próximo ao viaduto e disse que as obras trouxeram transtornos para a população. 
 
"O local ficou feio. Agora a poeira fica entrado na casa das pessoas. Estava precisando fazer, mas precisam terminar", disse. 
 
Ronald Cristão trabalha em um a mecânica bem ao lado do viaduto. 
 
Na opinião do mecânico, a obra também havia necessidade de mudança. Contudo, ele acredita que as obras vão demorar para serem finalizadas. "Vai demorar alguns anos para sair isso aí. Era para ter construído faz tempo", opinou. 
 
Com a situação do Balneário, José Marcio lamenta a situação. "Está parado há muito tempo. Seria um ponto legal para visitar e traria benefício para Poá, mas infelizmente parou tudo e nunca voltou", lamentou. Jair Pedroso tem lembranças como era o lugar e o reinício das obras é prometido há bastante tempo. "Tinha muita coisa aqui e fechou. Começaram as obras e logo pararam. Sempre falam que vai reiniciar as obras, mas nunca recomeçam", finalizou.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias