Envie seu vídeo(11) 4745-6900
quinta 25 de fevereiro de 2021

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 25/02/2021
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
CENTRO MÉDICO
GrupoIndy
Saúde

Guararema inicia amanhã vacinação contra a Covid-19 em trabalhadores da Santa Casa

Previsão é de que a cidade receba 280 doses da CoronaVac nesta quarta-feira (20/01), das quais parte será aplicada também em idosos instalados em asilos

Por de Guararema19 JAN 2021 - 16h34
Guararema inicia amanhã vacinação contra a Covid-19 em trabalhadores da Santa CasaFoto: Divulgação

Guararema iniciará nesta quarta-feira (20) a campanha de vacinação contra a Covid-19. As 280 doses do primeiro lote enviado à cidade pelo Governo do Estado de São Paulo serão utilizadas para imunizar trabalhadores de saúde que atuam na Santa Casa e estão na linha de frente do combate ao coronavírus. Parte dos idosos instalados nos asilos do município também será imunizada.

Segundo informações da Secretaria Municipal de Saúde, a quantidade de doses disponibilizadas será suficiente para vacinar aproximadamente 50% dos trabalhadores da saúde que atuam no município. Ao todo, a rede pública de Guararema conta com aproximadamente 470 profissionais, incluindo servidores que colaboram no atendimento, na limpeza, no transporte, entre outros.

A definição de que os trabalhadores da Santa Casa serão os primeiros a receber a dose foi deliberada pelo Conselho Municipal de Saúde em conjunto com a Secretaria de Saúde, durante reunião online realizada nesta terça (19). No evento, a secretária de Saúde, Adriana Martins, anunciou a quantidade de vacinas disponibilizadas para esta semana e que os profissionais serão imunizados em seus próprios locais de trabalho.

“Não temos vacinas para todos os trabalhadores da saúde ainda, mas a decisão de imunizar quem está na linha de frente do enfrentamento à pandemia é a mais sensata. Precisamos ter serenidade nesse momento, centralizar as informações nos canais oficiais e aguardar a chegada de mais doses. A atuação dos conselheiros será fundamental para a cidade, tanto no planejamento quanto na execução da campanha. Vamos trabalhar em conjunto e vacinar os profissionais nas próprias unidades”, pontua Adriana.

A conselheira de saúde Graziele Oliveira dos Santos, que trabalha na Vigilância em Saúde do município, destaca que o tema central da reunião foi o quantitativo de doses e a necessidade de selecionar quem vai receber o primeiro lote de doses. “A gente precisou decidir quais trabalhadores de saúde devem ser imunizados. Todos participaram da decisão de escolher os profissionais da Santa Casa que serão vacinados primeiro, por estarem na linha de frente”, relata.

Um esquema de segurança está sendo montado para armazenar e aplicar a vacina. De acordo com a secretária, os profissionais que vão manusear as doses terão de assinar um termo de compromisso e responsabilidade para garantir a aplicação do imunizante nas pessoas que fazem parte dos grupos prioritários. Adriana também pontuou a necessidade de a população manter a calma e não procurar as unidades de saúde em busca de vacina.

“Estamos estruturando uma Central de Vacinação Coronavírus, a Cevac, onde vamos conduzir a campanha contra a Covid-19. Todas as demais informações serão divulgadas amplamente pela Prefeitura. Nesta semana, vamos imunizar os profissionais de saúde que estão na linha de frente no combate à pandemia e parte dos idosos de asilos situados no município. Quando recebermos mais doses, informaremos os próximos passos, de acordo com o Plano Estadual de Imunização”, afirma.

Reunião

Na reunião com os conselheiros, a secretária de Saúde também detalhou como funcionará a Central de Vacinação Coronavírus, que está sendo montada na Escola Profissionalizante Prefeito Sebastião Alvino de Souza, no bairro Nogueira. Ela apresentou a estrutura, os equipamentos e como será feita a gestão do local, que oferecerá atendimento drive-thru, entrada para pedestres, sala de espera externa, espaço para triagem e cadastramento, estacionamento e sala de aplicação de vacina.

Segundo a Secretaria de Saúde, a campanha será feita também em asilos e casas de acamados. Não haverá distribuição de doses nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs). As demais informações referentes a datas de doses e procedimentos cadastrais serão amplamente divulgadas nos canais oficiais da Prefeitura.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias