Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sábado 22 de fevereiro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 21/02/2020
PMMC SARAMPO
MAGIC CITY
CENTRO ONCOLÓGICO
CENTRO MÉDICO

Poá inaugura Centros de Atenção Psicossocial para atender 2 mil por mês

Cinquenta novos profissionais vão atuar nas duas novas unidades. Atendimentos começam amanhã

Por Daniel Marques - de Poá18 JAN 2020 - 19h33
CAPS II e AD: Empreendimento vai atender mais de dois mil pacientes por mês em PoáFoto: Regiane Bento/Divulgação
A Prefeitura de Poá inaugurou, na manhã de ontem, dois Centros de Atenção Psicossocial (Caps) na cidade. O novo empreendimento tem capacidade para atender mais de dois mil pacientes por mês e vai contar com 50 novos profissionais, entre médicos, terapeutas e psicólogos.
 
Os dois Caps foram instalados na Rua Francisco Romero Ramos, 174, no Jardim Medina, sendo um na modalidade II, para transtornos mentais graves e persistentes e outro na modalidade AD, para usuários de álcool e drogas.
 
Os atendimentos começam amanhã, com horário de funcionamento de segunda a sexta-feira, das 7 às 16 horas. Os locais contam com salas para atendimento, recepção, sala de espera, refeitórios, salas de convivência, sanitários, entre outros, e serão realizadas três modalidades de atendimento, sendo elas a intensiva, onde pessoas com transtornos mentais graves poderão passar o dia no local; semi-intensiva e não intensiva. Haverá um profissional que vai acolher o usuário que necessitar, e ambos os serviços serão portas abertas. 
 
O prefeito Gian Lopes (PL) classificou a inauguração como um "sonho que se torna realidade". "É importante a presença desse atendimento humanizado com profissionais capacitados, para que eles possam melhorar e mudar a vida das pessoas. Os usuários da cidade tinham esse sonho há muitos anos", disse o chefe da municipalidade poaense.
 
A secretária de Saúde, Flávia Verdugo, se emocionou durante o discurso, assim como várias pessoas que acompanharam a inauguração. Em entrevista, ela revelou que, como assistente social, atendia essa demanda em Poá e sabia que muitas pessoas buscavam ajuda. Apesar da vontade, ela não tinha como ajudar. 
 
"No ambulatório não tínhamos o atendimento adequado. Alguns pais choravam em nossa frente. Eram casos de pessoas que se automutilavam e tentavam suicídio. Hoje teremos suporte efetivo para eles. Famílias e pacientes terão atendimento especializado e isso fará toda a diferença na vida de nossos munícipes", contou.
 
O deputado estadual André do Prado (PL) parabenizou a cidade pela conquista. "Sabemos que muitas pessoas necessitam de tratamento. Apesar disso, não existem muitos acessos públicos para isso. Poá está de parabéns por priorizar a questão da saúde mental", disse.
 
Saúde
 
Durante entrevista, o deputado ainda disse não acreditar que o Hospital das Clínicas de Suzano terá “portas abertas” para casos de baixa complexidade. Ele também disse que o Estado está discutindo com os municípios para que essa demanda seja atendida em postos de saúde das cidades.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias